3ºDia – Cambará do Sul-RS / Urubici-SC – Maio 2015

3º Dia / 19 Maio 2015 / Terça-feira
(Cambará do Sul-RS / Urubici-SC)

Depois do café da manhã fizemos o check-out e deixamos a pousada.
Pagamos por 2 diária R$ 340,00
Antes de sairmos pedimos informação ao dono da Pousada qual o caminho mais curto para Urubici. Falou que o
mais  curto seria seguindo pela RS.020 até a SC.416. Só que esse trecho é de terra, mas estava razoável. Até  São Joaquim/SC onde pegaríamos a SC.416 daria uns 120 Km de terra e depois até Urubici mais uns 60 Km de asfalto.
Agora pela manhã vamos até o Parque Nacional de Aparados da Serra conhecer o Canion Itaimbezinho.
O tempo hoje amanheceu bem fechado. Estamos preocupados com a chuva e a neblina que podem estragar o passeio.
Conforme informações que obtivemos da para conhecer o Canion Itaimbezinho em até duas horas.Sendo assim depois vamos direto para Urubici/SC.
A distancia aqui da pousada até o Parque é de aproximadamente 18 Km.
Saímos pela Av. Getúlio Vargas sentido centro e entramos a esquerda na Rua Tradição que continua como  RS.427 que vai  até o Parque Nacional de Aparados da Serra.

Rodamos menos de 1 Km e acabou o asfalto.
Agora são uns 17Km de terra até o Parque.
A estrada de terra até que estava razoavelmente boa.
Chegamos a portaria do Parque.

Entrada Parque NAcional de Aparados da Serra
Entrada Parque Nacional de Aparados da Serra

Taxa para ingressar no parque;
Adulto – R$ 15,00 ( Brasileiro paga R$ 7,00, menores de 12 anos e maiores de 60 anos não pagam)
Carro – R$ 15,00.

Como eu tenho mais de 60 anos, só pagou a esposa e o carro.
Gastamos R$22,00.
20150519_093601-e
Dias e horários de visitação:
De terça a domingo – das 8h às 17h
Horário limite na Trilha do Cotovelo: Até às 15h
Horário limite na Trilha do Rio do Boi: Até às 13h

PARQUE NACIONAL DE APARADOS DA SERRA
O Parque Nacional de Aparados da Serra é uma unidade de conservação brasileira de proteção integral da natureza localizada na Serra Geral, encampando os desfiladeiros na fronteira natural entre os estados do Rio Grande do Sul e de Santa Catarina.
Itaimbezinho é um nome de origem Tupi-Guarani, ita significa pedra e Ai be afiada. Está localizado entre Cambará do Sul e Praia Grande, no Parque Nacional de Aparados da Serra, a 18 Km da sede do município.
Sua formação rochosa existe a pelo menos 130 milhões de anos e é um dos maiores do Brasil, sua extensão atinge 5.800 metros e uma largura que varia entre 200 e 600 metros. Sua profundidade máxima é de 720m. As paredes de cor amarelada e avermelhada são cobertas, de ponto em ponto, por vegetação baixa. Ao redor do canion os pinheiros nativos completam a paisagem.
O Rio Perdizes desce as paredes rochosas para formar a cascata Véu de Noiva de uma beleza sem igual, esta cai de uma altura de 700 metros, produzindo uma bruma antes de atingir o fundo do canion. No azulado do canion, como gigantesca serpente, o Rio Boi se move preguiçosamente entre as pedras, formando uma série de caprichosas cachoeiras, que deslizam para o vizinho Estado de Santa Catarina.
Sua administração cabe atualmente ao Instituto Chico Mendes de Conservação da Biodiversidade (ICMBio).
Com 5,8km de extensão, profundidade máxima de 720m e uma largura de 600m.
O Rio Perdizes desce as paredes rochosas para formar a cascata Véu de Noiva de uma beleza sem igual,  cai de uma altura de 700 metros, produzindo uma bruma antes de atingir o fundo do canion. No azulado do canion, como gigantesca serpente, o Rio Boi se move preguiçosamente entre as pedras, formando uma série de caprichosas cachoeiras, que deslizam para o vizinho Estado de Santa Catarina.
O Parque Nacional dos Aparados da Serra é administrado pelo ICMBio, cuja sede está localizada no Parque. Lá é possível encontrar lanchonete, banheiros, estacionamento, espaço cultural, além de guias que auxiliam os turistas a realizarem as trilhas do local.

Passando a portaria a estradinha que leva até o estacionamento é asfaltada.

Em frente ao estacionamento esta a Sede Administrativa do parque(ICMBio)   e em seu interior o Centro de Visitantes.

Sede Administrativa-ICNBio / Centro de Visitantes
Sede Administrativa-ICNBio / Centro de Visitantes

Aqui se tem uma infraestrutura básica. No Centro de Visitantes pode se encontrar água, banheiros, informações do parque, fotos do parque e uma maquete de todo o complexo, além de guias para quem quer fazer as trilhas e todas as informações referentes ao parque.
20150519_095328-eimg_3011-e

 

 

 

 

 

 

Em comparação ao Canion Fortaleza aqui se tem uma infraestrutura.
No parque existem três trilhas.

Trilha do Vértice
Inicia no Centro de Visitantes e  possui 1,5 km de extensão. Em seu percurso há mirantes, passarelas e placas. Em seu primeiro mirante é possível ver a Cascata das Andorinhas, que possui uma queda de aproximadamente 300 metros de altura. Suas águas são formadas pelo Arroio Perdizes. No segundo mirante é possível ver a Cascata Véu da Noiva, com uma queda de 500 metros. Suas águas são formadas pelo Arroio Preá, que ajuda na formação do Rio do Boi. No terceiro mirante é possível ver as duas cascatas e o início do Canion Itaimbezinho, que é em forma de vértice e dá origem ao nome da trilha.

Trilha do Cotovelo
Esta trilha possui 6 km (ida e volta) de extensão. A maior parte do trajeto é percorrida por uma antiga estrada do parque e o restante do caminho é feito pela borda do Canion. Chegando ao mirante é possível ver a imagem clássica dos paredões do Itaimbezinho, com o caminho do Rio do Boi no meio. Também é possível ver de pertinho as duas cascatas e uma terceira, chamada Seu Marçal.

Trilha do Rio do Boi
Esta é mais longa e também a mais difícil do Parque Nacional de Aparados da Serra. O acesso é por Praia Grande (SC) e só é possível fazê-la com o acompanhamento de um guia ou condutor credenciado no Parque Nacional de Aparados da Serra.  A caminhada é feita na parte de baixo do Canion Itaimbezinho, no seu interior. São 8 km (ida e volta) de trilha passando por dentro do rio. A caminhada dura de cinco a sete horas. No verão, o passeio possibilita banho de cachoeira e em piscinas naturais. Reserve um dia somente para este passeio.

Dicas:
Use roupas leves e confortáveis, assim como, tênis ou calçados apropriados para caminhadas.
Leve protetor solar , repelente e água.
Obtenha previamente informações sobre as condições da estrada de acesso ao Parque.

Nós resolvemos fazer a Trilha do Vértice pois pelo que vimos é a trilha de onde se tem uma melhor visão do Canion e a maior proximidade da borda do Canion e a mais leve. E também só tínhamos a parte da manhã para o passeio.
img_3009-e
E lá fomos nós……

Inicio Trilha do Vértice
Inicio Trilha do Vértice
Trilha do Vértice
Trilha do Vértice

O inicio da trilha é uma passarela de concreto que é praticamente toda coberta pelo entrelaçar de arvores. Uma paisagem estranha que pode até lembrar aquelas florestas de filmes de fantasia onde se encontram fadas e duendes. Mas é bem legal.

Trilha do Vértice
Trilha do Vértice
Trilha do Vértice
Trilha do Vértice
Trilha do Vértice
Trilha do Vértice

Andamos um pouco e logo nos deparamos com um pequeno mirante de onde se tem a primeira visão do Canion.

Mirante Trilha do Vértice
Mirante Trilha do Vértice
Trilha do Vértice - Canion Itaimbezinho
Trilha do Vértice – Canion Itaimbezinho
Canion Itaimbezinho
Canion Itaimbezinho

Existem mais três mirantes.
Continuamos e logo a frente termina a passarela de concreto , daqui pra frente a trilha é de terra.

Canion Itaimbezinho

Canion Itaimbezinho

Logo a frente mais um mirante de onde  temos uma visão da Cascata das Andorinhas formada pelo Rio Perdiz que tem uma queda de aproximadamente 300 metros.Devido a altura o volume a água é transformado em neblina antes de tocar o fundo do canio.

Canion Itaimbezinho
Canion Itaimbezinho
Cascata Andorinha
Cascata Andorinha
Cascata Andorinha
Cascata Andorinha

 

 

 

 

 

 

 

Ao fundo Cascata Andorinha
Ao fundo Cascata Andorinha

Continuamos andando e a visão do Canion é impressionante.

Canion Itaimbezinho

Canion Itaimbezinho

Mais a frente o outro mirante de onde se tem uma visão da Cascata Véu da Noiva que é formada pelo Arroio Preá e  tem uma queda de aproximadamente 500 metros.

Cascata Véu da Noiva
Cascata Véu da Noiva
Cascata Véu da Noiva
Cascata Véu da Noiva

 

 

 

 

 

 

 

Cascata Véu da Noiva
Cascata Véu da Noiva

Continuamos e mais um mirante de onde se tem uma visão do Vértice do Canion.

Mirante do Vértice
Mirante do Vértice

Ficamos por uns minutos observando essa grandiosidade que nos é oferecida pela natureza.
Iniciamos o caminho de volta.
img_3022-eimg_3036-e

 

 

 

 

 

 

 

 

 

DCIM100GOPRO

Como vocês podem ter notado em nosso relato aqui no Canion Itaimbezinho existem passarelas e mirantes delimitando o limite de segurança para os visitantes. Uma coisa que não acontece no Fortaleza.
Voltamos ao Centro de Visitantes para beber água e usar os banheiros.
Daqui voltamos a Cambará do Sul para pegarmos a RS.020 e seguir para Urubici.
Chegamos em Cambará e paramos no Posto BR da Rua Tradição final da RS.427 para abastecer, tomar um cafezinho e comprar água.
Abastecemos 25,16  litros
Preço da gasolina R$ 3,48
Gastamos R$ 87,58
Cafezinho e água = R$ 3,50.
Saímos e pegamos a direita na Av. Getúlio Vargas e em frente a Casa do Turista pegamos a Rua Cel. José Pereira que vira Rua Ouro Verde e depois RS.020 para Urubici.
O dia continua fechado, só esperamos que não chova pois temos um longo caminho de terra pela frente.
Rodamos só uns 15 km e acabou o asfalto. Agora só terra.

A estrada não estava lá muito boa não. Muitas pedras, valas e as benditas costelas de vaca.
No meio do caminho cruzamos com uns malucos  viajando de bicicleta. Andar nessa estrada de terra de bicicleta só sendo maluco mesmo.
O tempo começou a fechar mais ainda, escureceu um pouco e começamos a ficar mais preocupados, pois se chovesse não seria muito bom não. Estrada de terra, chuva e carro 4X2 não é uma boa combinação. O pior é que não dava para acelerar pois nesse trecho não dava para andar a mais de 40 ou 50 km/h devido a quantidade de costelas de vaca e valas.
Finalmente depois de uns 120km chegamos a São Joaquim/SC .
Logo depois de São Joaquim na SC.416, paramos em um lugar chamado de Snow Valle, parecia um complexo turístico e hotel, mas na frente tinha uma lanchonete e aproveitamos para fazer um lanche, esticar as pernas e claro pipi.
Gastamos no lanchinho e no café R$ 18,00.
O endereço do Snow Valley aparece como SC.438 – Km 10. Só que nós estávamos na SC.416.
Mas vocês sabem como são essas estradas, em alguns trechos tem vários números e fica uma loucura saber na verdade onde estamos. No nosso GPS e no celular marcava como SC.416. O Km também é outra dificuldade, pois não existem marcos de sinalização de Km ou existem muito poucos.
Mas vamos lá.
Próxima parada Urubici.
Chegamos em Urubici.
Paramos na entrada da cidade para procurar no Booking algum lugar para ficar. Olhamos alguns hotéis e algumas pousada e não sei por que optamos por uma tal de Serra Bela Hospedaria Rural, deve ter sido pelo nome.
Ligamos e tinha vaga.
Fomos até lá para conhecer e ver se gostávamos.
A Hospedaria fica na SC.370 a 4Km da cidade .Já na entrada achamos o lugar bem legal.

Recepção Serra Bela Hospedaria Rural
Recepção Serra Bela Hospedaria Rural

Na recepção fomos muito bem atendidos. Pedimos para ver o quarto e foi ai que resolvemos ficar ali mesmo.
A diária era R$ 334,00 , um pouco salgado, mas aquele quarto, valia e muito, sem contar a beleza do lugar.
Acomodamos as coisas no quarto, tomamos um bom banho, descansamos um pouco.
20150519_170246-e

 

logo-serra-bela-e

Serra Bela Hospedaria Rural
Rodovia SC-370, Km 04, 44 – Santo Antônio, Urubici – SC
www.serrabela.com.br


A noite estava bem fria e como estávamos cansados da viagem vimos que tinha restaurante no local e resolvemos ficar por ali mesmo.
O restaurante era aconchegante e acolhedor.
20150519_183949-e20150519_184151-e

 

 

 

 

 

 

Pedimos, Penne com frango cremoso, um vinho “Quinta do Morango Suave” e claro no final um cafezinho “Expresso Vibrante”.
20150519_190909-e20150519_184322-e

 

 

 

 

 

 

Estava tudo ótimo, a comida, o atendimento, o local, curtimos.
Gastamos no jantar R$ 82,00.
Depois fomos para o quarto.
Aquela cama era um convite para uma excelente noite de sono.
E foi o que aconteceu.
Boa noite.

 

RESUMO DO DIA

ROTA
RS.020 / SC.416

ALIMENTAÇÃO
R$ 103,00

HOSPEDAGEM
R$ 340,00

41 Km Rodados
Cambará do Sul / Canion Itaimbezinho / Cambará do Sul

 

194  Km Rodados em 05:00 horas

 

 

4 thoughts on “3ºDia – Cambará do Sul-RS / Urubici-SC – Maio 2015

  1. Na primeira foto do mirante do vertice tem um cachoeira do lado direito. Que cachoeira e essa ?

    • Ola Carlos
      Olhando dos mirantes as duas cascatas, Véu da Noiva e Andorinha são do lado direito do canion.
      A primeira é a Andorinha e a segunda ao fundo é a Véu da Noiva.
      Abraços

  2. thanks for this significant edifying website, living up the massive undertaking check out this online casinos offers , buy sex toys

Deixe um Comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*
*